Aprenda os problemas

Cirurgião oral luta para mudar a forma como sua profissão lida com o vício

As taxas de prescrição de opióides para dentistas são mais altas do que qualquer outra especialidade. Esses opioides prescritos - a quantidade na arena pública e suas características viciantes - foram atribuídos como uma das principais causas da epidemia de opioides. Com mais de 12% de todas as prescrições de opióides saindo dos consultórios dentais, os pacientes odontológicos tiveram a oportunidade de acumular estoques ...

Rethinking Opioid Prescribing at the Dentist

One of the insidious components of the opioid crisis is the abundance of the drugs available to the public, and the relative ease some have found in procuring them. One common tactic patients use to obtain these opioids is to make diagnostic appointments for chronic pain issues, agree to a follow up appointment, and then…

Putting Primary Care on the Front Line of Opioid Treatment

Historically, addiction has been a diagnosis without definitive treatment. Success rates for rehabilitation prove to be low and inconclusive, and the ongoing stigma further complicates treatment for those with opioid use disorder (OUD). The development of treatment of other physical health concerns and events—from pain management to anesthesia—employ the use of opioids, and this unaligned…

Enfrentando a crise do vício em opiáceos

A epidemia de opióides devastou as comunidades americanas, chamando a atenção do público para o vício como nunca antes. Mas o vício não é novo - e, infelizmente, também não é a forma como muitos sistemas de saúde o tratam. O estigma e a visão de que o vício é de alguma forma uma falha moral são desafios profundamente enraizados na assistência, assim como a falha em reconhecer o impacto que os opióides podem ...